XP Seguros vê Open Insurance com bons olhos – e aposta em IA para atender clientes

Com uma estratégia de venda pautada na venda consultiva, mas utilizando bastante os benefícios proporcionados pelo ambiente e ferramentas digitais, a XP Seguros enxerga com bons olhos o avanço do Open Insurance (Opin) – ecossistema de compartilhamento de dados dos consumidores com as seguradoras, inclusive nas quais não são clientes – para todo o mercado, por permitir uma “comparação completa” e a entrega para o cliente “de um preço muito mais aderente ao seu comportamento”, avalia Roberto Teixeira, Head da XP Seguros e Previdência, em conversa com o InfoMoney.

Segundo Teixeira, a companhia vem trabalhando bastante com Inteligência Artificial para extrair “uma inteligência de comportamento de cliente” que permite alimentar a base de assessores para proporcionar uma venda mais assertiva e customizada de acordo com o comportamento identificado. “A nossa assertividade tem sido muito grande: cerca de 40% do que a gente gera de leads [possível cliente que já demonstrou interesse num determinado produto ou serviço de uma empresa], de informação via inteligência artificial, tem sido exitosa”, comenta o executivo.

Justamente por já ter esse instrumento de inteligência artificial que permite uma boa análise de dados dos clientes, Teixeira acredita que a XP sai em vantagem em relação ao Opin. “Ou seja, eu já tenho um instrumento de inteligência artificial, eu já tenho os dados bem trabalhados, então estamos muito preparados para usar o Open Insurance como sendo mais uma alavanca positiva de captura de consumidor em relação à oferta de produtos e serviços adequados a cada tipo de cliente”, diz.

Além da aposta na inteligência artificial para conquistar novos consumidores, Teixeira separa a estratégia em duas atuações: uma com foco “absolutamente online”, que engloba as vendas de seguro de vida online e o seguro que protege a conta digital e o cartão em caso de roubo, furto ou coação. “Estamos cada vez mais trazendo mais coberturas e mais inovação desse produto, com telemedicina, e com alguns tipos de coberturas bem específicas”, comenta. A expectativa é que novas coberturas sejam lançadas ainda neste ano.

Já a outra atuação também considera o ambiente digital, mas não se restringe a ele, proporcionando aos clientes – especialmente os de alta renda – uma experiência “figital”, na qual o cliente é “capturado” no ambiente digital, mas conclui a compra com o assessor, já que exige uma venda “mais consultiva”.

A abordagem é feita de forma personalizada adequando a cada tipo de necessidade do cliente, inclusive com os produtos se complementando, explica o executivo. Ou seja, a previdência como um pilar de proteção e solução financeira de longo prazo, uma solução de capital segurado visando a proteção patrimonial, sem deixar de lado as “questões do dia a dia”, como o seguro para proteger as contas.

Entre as boas oportunidades que a XP Seguros identifica para o negócio em 2024 estão os consórcios, para aquisição de bens como imóveis e veículos “sem a necessidade de resgate dos investimentos”, e o seguro garantia judicial, que poderá se beneficiar com decisões recentes tanto no Congresso quanto nos tribunais.

“Cada vez mais todo o arcabouço regulatório vem privilegiando e colocando instrumentos de seguros para serem cada vez mais usados em diferentes frentes, seja na parte de affinity [massificados], corporativo ou garantias. Esse ecossistema de seguros vem crescendo muito”, conclui Teixeira.

The post XP Seguros vê Open Insurance com bons olhos – e aposta em IA para atender clientes appeared first on InfoMoney.

source

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *