O Itaú BBA cortou a recomendação para as ações da corretora de seguros Wiz (WIZC3) de outperform (desempenho acima da média do mercado, equivalente à compra) para marketperform (desempenho em linha com a média, equivalente a neutro). O preço-alvo foi cortado de R$ 10 para R$ 7, ou um potencial de valorização de 22% em relação ao fechamento da véspera.

O banco apontou gostar da história a longo prazo, mas por agora prefere aguardar novos gatilhos.

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de crescimento para os próximos meses e anos
A corretora, avalia, tem executado com sucesso novas parcerias de distribuição de seguros nos últimos anos. O contrato legado em run-off (carteira remanescente) com a Caixa Econômica Federal, cuja parceria de 47 anos terminou em 2021, deverá representar apenas 20% das receitas de 2024. Além disso, a companhia também fez avanços significativos na melhoria da eficiência operacional.

“Com as operações agora em ritmo acelerado, o crescimento da receita acompanhará o sucesso da concessão de crédito e/ou penetração dos parceiros”, aponta o BBA. Os analistas projetam um crescimento de emissão de prêmios de dois dígitos baixos de modo geral, com o lucro líquido majoritário da Wiz crescendo a uma taxa composta anual de 18% de 2024 a 2026.

O produto de seguro continua subpenetrado no Brasil e a Wiz é uma prestadora de serviços que tanto impulsiona quanto se beneficia do desenvolvimento da indústria, mas os analistas esperam por novos catalisadores.

O BBA ressalta que três anos após a separação da Caixa, a Wiz reporta em três segmentos de negócios, gerando R$ 977 milhões em receitas líquidas pós-comissões em 2024. Os segmentos de banco-seguros com BMG, BRB, Wiz Corporate e o segmento de crédito com Promotiva ganharam força, mais do que compensando a redução da Caixa. O fluxo de caixa será suficiente para honrar as amortizações contratuais, validando o modelo de negócio da Wiz com acionistas e parceiros bancários. No entanto, o banco não projeta novas parcerias no curto prazo.

De acordo com as suas projeções, a Wiz se moverá para uma posição líquida de caixa (de R$ 566 milhões de dívida líquida atual, incluindo desobrigações de fusão e aquisição) até 2027. A nova gestão em vigor desde o início de 2023 implementou um programa de otimização de custos que já reduziu o quadro de funcionários em 12%.

The post Wiz (WIZC3) é boa história de longo prazo, mas falta gatilho; Itaú BBA rebaixa ação appeared first on InfoMoney.

source

By game

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *