Porto, maior seguradora auto do país: qual impacto das enchentes no RS nos números?

As enchentes no Rio Grande do Sul destruíram boa parte da infraestrutura e dos bens de grande parte da população do estado, levantando preocupações também para os impactos no setor de seguros. O presidente da Confederação Nacional das Seguradoras (CNseg), Dyogo Oliveira, disse na última sexta-feira (24) que o evento pode resultar no maior volume de indenizações pagas pelo setor no país, incluindo não apenas eventos climáticos.

Segundo levantamento realizado pela CNseg, o segmento de automóveis concentra o maior valor de indenizações, totalizando R$ 557,4 milhões. Considerando um market share de 18% no estado, a Genial projeta um impacto de R$ 100 milhões em sinistros para a Porto (PSSA3), a maior seguradora de automóveis do país.

Leia mais

Tragédia do RS: Como as seguradoras da B3 estão lidando com o maior sinistro do setor

Apesar de cerca de 5% dos prêmios da Porto virem do RS, das áreas afetadas pela chuva, o percentual da frota exposta fica entre 0,5% e 1% da frota total de 6 milhões de veículos segurados pela companhia.

Com base nisso, a Genial estima um impacto líquido de imposto de R$ 93,6 milhões, o que representa 14,9% do lucro projetado para o segundo trimestre de 2024 (2T24) e 3,8% do lucro anual de 2024.

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de crescimento para os próximos meses e anos

Segundo estimativas da Genial, a Porto possui 0,75% da frota segurada em áreas afetadas pelas chuvas e enchentes no Rio Grande do Sul (número que o CEO forneceu na conferência de resultados), chegando a uma frota de 45 mil veículos.

Do montante total, a instituição financeira prevê um impacto de perda total e parcial de 8,9% dessa frota, chegando a 4 mil automóveis. Considerando um preço médio de R$ 60 mil por veículo afetado e uma recuperação de sinistro de 35%, o valor dos sinistros estaria próximo de R$ 156 milhões no cenário base.

“Se o montante de automóveis com perda total ou parcial aumentar para 5 mil veículos e a recuperação for de apenas 25%, o impacto seria de R$ 225 milhões”, diz relatório.

Considerando uma alíquota de imposto de 40% para a Porto, a Genial estima que o impacto no lucro líquido deva ficar entre R$ 93,6 milhões a R$ 135 milhões, resultando em uma queda de 15% a 22% em relação à estimativa do começo do ano para o lucro de R$ 627 milhões no 2T24.

A Porto é a seguradora com menor exposição relativa ao RS entre as grandes seguradoras de automóveis, com apenas 5% dos prêmios originários do estado. Portanto, apesar do impacto negativo causado pelo desastre, a Genial espera que a seguradora se saia relativamente bem em comparação aos seus concorrentes e que o cenário competitivo fique um pouco mais racional para o resto do ano.

Dessa forma, a Genial acredita que o impacto nos resultados da Porto para o ano serão marginais e reitera recomendação de compra com preço-alvo de R$ 35,00. A casa de análise vê as ações a múltiplos atrativos, negociando apenas 7,9 vezes Preço/Lucro em 2024, 7,1 vezes P/L 2025 e 1,5 vez Preço/Valor Patrimonial 2024.

The post Porto, maior seguradora auto do país: qual impacto das enchentes no RS nos números? appeared first on InfoMoney.

source

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *